O movimento global LIBERTE-SE DOS COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS realiza neste sábado, 14 de maio, realiza uma ação direta e pacífica no Ceará. A manifestação é contra as termelétricas, repudiando a política energética do governo brasileiro que insiste em investir nessas modalidades da indústria fóssil, poluente, injusta e altamente consumidora de água.

O LIBERTE-SE faz parte da onda global contra os fósseis – Break Free 2016 – que em maio promove ações em vários países e está sendo articulado no país pela 350.org Brasil, COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil e pela Sustentabilidade -, Cáritas Paraná, Fórum Ceará no Clima, Repas, entre diversas organizações climáticas, ambientais e movimentos sociais. Veja um resumo das ações realizadas até agora no mundo no https://breakfree2016.org/ .

A ação do LIBERTE-SE DAS TERMELÉTRICAS no Ceará começa na comunidade tradicional de Bolso, onde haverá a concentração, pertencente ao território indígena Anacé e uma das que foi mais impactada pela indústria termelétrica e pelo Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

Os manifestantes protestarão contra os enormes impactos da termelétrica: Emissões gigantescas de CO2 (mais do dobro de todos os automóveis particulares do estado); consumo de uma quantidade colossal de água (70 milhões de litros diários, suficientes para abastecer meio milhão de pessoas); liberação de pó de carvão a partir da esteira transportadora, provocando doenças respiratórias e de pele na região, entre outros impactos.

Escola De Expedito Mendes Chaves de Tamboril ensaia para mística no Pecém.

13178874_1047295668700658_2056542301755592608_n13226764_1047294815367410_4004626297555293614_n

Juventude de Lisieux é contra os combustíveis fósseis.

13165910_1166826783349174_8463558840308495033_n 13178838_1166826006682585_4398519929748701716_n13230281_1166825876682598_4279240232545892959_n